Comer saudável
Doces que não engordam
Doces que não engordam

Doces que não engordam: será que eles existem?

Pobre açúcar. É um dos vilões do momento: associado à obesidade, a diabetes, e até mesmo a um possível vício. Anda até sendo chamado de droga. Dá pra acreditar? Não é à toa que as pessoas estão desesperadas para encontrar opções de doces que não engordam.

A verdade é que não existem doces que engordam mais ou menos. O que vai determinar o ganho ou não de quilos é a forma como você se relaciona com este tipo de alimento.
Se encara o açúcar como vilão, provavelmente seu cérebro entende qualquer tipo de oferta de doce como se você estivesse diante de algo muito proibido. O consumo, quando carregado de culpa, inevitavelmente leva ao exagero.
Este ciclo geralmente termina em uma comilança em excesso, e é isso que realmente pode trazer o ganho de peso.

O segredo não é restrição/dieta, mas procurar comer melhor. Conheça o Efeito Sophie!

Açúcar vilão, alface mocinho

Repito insistentemente que não existem alimentos ruins ou bons. E com os doces não é diferente, mas é claro que devemos comer com moderação.
Por isso, não adianta eu falar que existem doces que não engordam. Tudo pode engordar se consumido de forma exagerada. Além disso, quando sentimos vontade de alguma coisa, não adianta colocar outra no lugar. Nosso cérebro é muito esperto, não se deixa enganar.
Se você sente o desejo de comer um bombom de uma marca “x”, e come uma gelatina no lugar, vai ficar feliz? Vai ficar satisfeito? Isso vai te levar a uma frustração e provavelmente vai  descontar a noite, comendo muito e com culpa. Por isso defendo a moderação: pode comer de tudo, mas não tudo.
É melhor respeitar suas vontades e comer de forma equilibrada do que viver no extremo entre a privação e a liberação total – aquele momento que você diz para si mesmo: “ah, eu me privo tanto, mereço comer tudo”. Isso não é uma relação saudável com a comida, concorda?
E tem mais: se a sua alimentação, de um modo geral, está desequilibrada, não é o fato de tirar totalmente o açúcar que o fará emagrecer. O ganho de peso e as alterações metabólicas que podem acontecer em função dele (como diabetes tipo 2 e os problemas cardiovasculares) dependem de inúmeros fatores que vão além do açúcar.
O nível de estresse, o estado da sua tireoide, sua genética e a qualidade do seu sono são apenas alguns deles. Então, se você está procurando emagrecer, evite perder tempo procurando doces que não engordam. Prefira fazer uma análise mais profunda sobre o que precisa ser ajustado na sua saúde, na alimentação e na sua vida de um modo geral.

No mercado, “doces que não engordam” estão por toda parte

Você já notou a quantidade de produtos estão envoltos em mensagens como: “zero açúcar”, “rico em vitaminas”, “baixas calorias”, “zero gordura”?
Muita gente acha que essa é a solução para o emagrecimento: apostar na compra de itens vendidos como “doces que não engordam”. Coloco entre aspas porque isso realmente não existe.
O que proponho para você que está em busca de um emagrecimento saudável é tomar cuidado com estes produtos. Minha recomendação é que diminua o consumo dos ultraprocessados que prometem uma série de benefícios para a saúde, sejam light ou não.
Existe muito açúcar ou carboidratos escondidos nestes alimentos, mesmo os que são vendidos como “light”. Minha dica é que você tente reeducar aos poucos o seu paladar.
Dê preferência para os doces caseiros, com pouco açúcar, mais naturais, à base de frutas. Aliás, elas também têm açúcar, mas não em excesso. Além do mais, são ricas fibras, quesito em que os ultraprocessados deixam a desejar.
Na dúvida ao ler o rótulo, veja a lista de ingredientes: se o açúcar vier como primeiro ou segundo ingrediente, é porque existe uma concentração muito grande. Fique de olho também em termos como “açúcar de milho”, “dextrose”, “xarope de glicose”, “xarope de açúcar”, “açúcar invertido” e tantos outros nomes que mal sabemos por que estão ali.
Por fim, vale lembrar que, ao invés de buscar por doces que não engordam, seria melhor fazer as pazes com os doces, e incluí-los na sua vida com consciência e moderação.
A vida nos oferece tantos momentos doces…. Mantenha-se aberto eles e bon appétit!
Veja também:

Que tal conhecer meu método Efeito Sophie, que ensina a transformar sua relação com a comida e a voltar a escutar os sinais do seu corpo? São seis semanas com vídeos e materiais que vão explicar sobre hábitos alimentares, e como recuperar o prazer de comer. Saiba mais!

1 Comentário. Deixe novo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Para você
Dra Sophie Deram

Consultas, cursos, palestras … Conheça melhor a Dra Sophie e o que pode fazer para você.

Artigos Relacionados