O que comer?

Alimentação fit é a melhor opção para a saúde? Entenda!

Constantemente somos bombardeados com diversos tipos de alimentação e dietas que prometem perda de peso e saúde. Entre elas podemos citar a alimentação fit ou fitness.

A palavra “fitness” vem do inglês e consiste na junção de “fit”, que pode ser traduzido como “boa forma”, e “ness”, sufixo que designa um estado. Ou seja, o termo “fitness” pode ser traduzido por “estar em boa forma”.

Mas a dúvida que fica é: será que realmente esse tipo de alimentação é saudável?

Vamos descobrir! Vem comigo.

O que é alimentação fit?

A alimentação fitness é uma forma de se alimentar que tem o intuito de melhorar a forma física, perder peso ou ganhar massa muscular. Geralmente está atrelada à prática de exercícios físicos.

Receitas, comida e alimentação fit podem ser caracterizadas como:

  • Low carb: este termo está atrelado a receitas que têm pouco ou nada de carboidratos;
  • sem glúten: o glúten é um complexo de proteínas encontrado na farinha de trigo, na cevada e no centeio. Mas só precisa ser “cortado” da alimentação em três condições: doença celíaca, sensibilidade ao glúten não celíaca e alergia ao trigo;
  • sem lactose: esse carboidrato só deve ser retirado da alimentação de quem sofre com intolerância à lactose e algumas outras condições de saúde;
  • menos calóricas que as receitas ou alimentos convencionais;
  • proteica pela presença de suplementos proteicos, o whey protein, ou proteína do soro do leite, que em excesso pode sobrecarregar o corpo.

Por que alimentação fitness não é sinônimo de alimentação saudável?

Agora que você já entendeu o que é alimentação fit vou apresentar três motivos pelos quais essa forma de se alimentar não deve ser vista como sinônimo de alimentação saudável.

1- Pode ser restritiva

A alimentação fit comumente “corta” diversos nutrientes, como os carboidratos, o glúten, a lactose e as calorias.

Quando adotamos práticas restritivas, buscando o déficit calórico, por exemplo, nosso cérebro não entende que estamos tentando perder peso, mas sim que estamos vivenciando um momento de privação.

Com isso, vários mecanismos do nosso corpo são ativados para que se busque mais comida e o metabolismo seja reduzido, tudo para garantir a nossa sobrevivência.

Por outro lado, uma alimentação saudável é aquela que apresenta alimentos de todos os grupos alimentares, sem restrições. Ela geralmente é baseada em comida fresca e caseira e com respeito aos nossos sinais de fome e saciedade.

2- É focada na boa forma

Muita gente acredita que a alimentação fitness é saudável justamente por isso. Afinal, “se busca perda de peso ou ganho de massa muscular, só pode promover saúde”. Mas não é bem assim.

Primeiro, é preciso entender que existem pessoas saudáveis de todos os tamanhos e formas. Boa forma ou magreza não são sinônimos de saúde.

Pense em quantos problemas de saúde levam à perda de peso. Do mesmo modo, a pessoa que parece ter uns quilos a mais pode estar muito bem!.

Além disso, é preciso lembrar que a saúde não é só física, mas também mental. Uma preocupação exagerada com o corpo pode gerar sofrimento psíquico.

Em casos mais graves, temos a dismorfia muscular (ou vigorexia). Um transtorno mental no qual a pessoa acredita que seu corpo é insuficientemente musculoso, apesar de ter uma aparência normal ou ter bastante músculo.

Claro, não há problema em querer perder alguns quilos ou ganhar um pouco de massa muscular. No entanto, é preciso que esse desejo seja realista, sem neuras nem comparações com os corpos de outras pessoas.

É muito mais interessante focar na saúde e em um estilo de vida saudável, sem buscar a perfeição (até porque ela não existe), com base na sua realidade e possibilidades. Assim, como consequência de bons hábitos de vida você atingirá um peso saudável, aquele que é só seu!

3- Pode ser baseada em alimentos ultraprocessados

A alimentação fit tomou conta das prateleiras do mercado e é preciso ter bastante atenção.

Muitos dos alimentos encontrados por aí com essa designação são ultraprocessados. Eles não são proibidos, mas na verdade apresentam muitos aditivos alimentares e, por isso, seu consumo deve ser reduzido, como mostro no vídeo abaixo. Aperte o play!

Quando se trata dos alimentos fit é provável que apresente redução de diversos nutrientes, a exemplo do açúcar, cuja falta é compensada com adoçantes, que sabemos: são zero caloria, mas não são zero efeito na saúde.

Além disso, essa retirada de nutrientes e ingredientes pode deixar o alimento pouco prazeroso e não podemos esquecer que o prazer é um elemento muito importante para uma alimentação saudável. Se não sentimos satisfação com aquele bolinho fit, a tendência é sair em busca dessa sensação prazerosa e acabar comendo mais do que o necessário.

Portanto, o melhor mesmo é comer de tudo (mas não tudo!), buscando a moderação e o prazer.

Saiba mais!

Quer entender mais sobre os benefícios de uma alimentação realmente saudável? Te convido a conhecer o meu curso online Efeito Sophie!

Nele, eu não vou falar sobre as últimas dietas da moda, alimentos milagrosos ou fórmulas mágicas de emagrecimento. Até porque não acredito em nada disso!

A minha missão é te ajudar a fazer as pazes com a comida e corpo, a identificar o seu comportamento e relacionamento diante da comida. Para que, enfim, você possa encarar a alimentação como algo prazeroso, sem estresses e muito menos culpa.

Com algumas dicas práticas, sempre focando na sua saúde e no seu bem-estar, você poderá alcançar o SEU peso saudável, de forma gradual e duradoura. O peso é consequência da sua saúde.

Vamos juntos nessa?

→ Se inscreva e comece hoje mesmo o curso online Efeito Sophie! ← 

Não é o melhor momento para fazer o curso? Não tem problema! Te convido a ler o livro O Peso das Dietas, assistir uma das minhas próximas palestras ou mesmo agendar uma consulta se precisar de um acompanhamento mais personalizado.

Bon appétit!

Referência

DERAM, Sophie. O peso das dietas: emagreça de forma sustentável dizendo não às dietas. 2.ed. Rio de Janeiro: Sextante, 2019.

Se gostou deste artigo sobre alimentação fit, provavelmente vai adorar ler estes posts que separei para você:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Para você
Vontade de comer doces no final do dia?

Receba um vídeo-aula explicando o que é fome emocional!
Essa aula vai te ajudar a identificar quando está com esse tipo de fome. Saber identificá-la e diminuí-la ajuda a chegar ao seu peso saudável, porque ela faz você comer mais do que precisa e é uma das principais razões do ganho de peso.

Cursos e programas para você

Descubra uma nova abordagem da sua alimentação e mude sua vida com essa metodologia aplicada em 3 cursos especiais.

É colega de profissão?

Descubra uma nova abordagem da nutrição e mude seu atendimento a pacientes.

Artigos Relacionados

Menu