Bem-estar
Meu marido me chama de gorda
Meu marido me chama de gorda

Meu marido me chama de gorda

Sabemos que as relações humanas podem ser muito desafiadoras e difíceis. Especialmente quando existe um conflito com aquela pessoa que um dia fizemos a decisão de ter ao nosso lado pelo resto dos nossos dias. O dia a dia pode gerar desgaste, e um convívio desgastado pode abrir feridas novas ou fazer a manutenção de dores antigas. “Meu marido me chama de gorda!” Você já ouviu esta queixa alguma vez? Das colegas de trabalho? Das amigas? Ou pior… Isso tem acontecido com você?

Quando o assunto é corpo e autoestima, existem algumas coisas que você precisa compreender para não se deixar levar pelas críticas e se sentir feia e desanimada. Acompanhe as reflexões e descubra a importância de adotar uma postura mais compassiva consigo mesma.

O que é ser gorda?

Primeiramente, é importante que você se pergunte: será que eu estou verdadeiramente gorda?

Vivemos em uma sociedade que dá muito valor ao corpo magro, esguio, esbelto, tonificado. Existe muito apelo midiático em torno da idealização da magreza e somos constantemente expostos à imagens de modelos de perfeição praticamente inatingíveis.

Por causa de toda essa exposição, nossos olhos acabam se habituando a um referencial de “normalidade” que não corresponde à verdadeira aparência dos corpos humanos.

Considerando as atuais definições de corpo desejável… Não é nada difícil ser “gorda”, não é mesmo?

O fato do seu corpo não parecer com os das modelos e celebridades não significa que você é gorda… Apenas ressalta o fato de que elas são demasiadamente magras.

Qual é a sua história?

Nessa altura, pode ser que você diga: “ok, eu não sou tão fora do peso assim, mas mesmo assim, meu marido me chama de gorda!”. Reflita: será que engordar é realmente algo tão condenável?

Ninguém altera seu peso “do nada”. Todas as pessoas que engordam têm uma história.

O ganho de peso é um processo a longo prazo que pode se dar por muitos motivos: estresse no trabalho, depressão, luto, menopausa, mudança de cidade, problemas emocionais… Nada disso é erro, crime, fracasso, nem vergonha!

O que você diria a uma amiga próxima que estivesse se sentindo mal por ter engordado? As mesmas coisas que você diz para si mesma? Será que não tem sido muito autocrítica?

Ser gorda é tão ruim assim?

Mesmo que você entenda que o ganho de peso se dá por um motivo, talvez sinta que estar gorda é a pior coisa do mundo, algo que você não queria que tivesse ocorrido.

Por que? Já se perguntou?

Geralmente se atribuem muitas características morais negativas ao corpo gordo. O problema não é ser gorda, o problema são as coisas ruins que vêm no pacote: preguiçosa, indisciplinada, negligente…

Mas será que tudo isso não é apenas estereótipo?

Faça uma lista dos seus talentos e realizações. O que você faz de melhor? O que te faz única? Uma pessoa preguiçosa seria capaz de realizar as mesmas conquistas?

Compreenda que toda a carga pesada e ofensiva em torno da palavra “gorda” não passa de mentiras que foram contadas tantas vezes que passamos a acreditar nelas.

Ser gorda é apenas uma característica física. Nada mais do que isso!

Mude por você!

Antes de se comprometer com uma dieta radical ou um programa de perda de peso, entenda que a solução para o problema não está no emagrecimento. Se você não aprender a se tratar com mais amorosidade, respeito e gentileza, quilos perdidos farão pouquíssima diferença.

Meu marido me chama de gorda, o que faço?

Verbalize para o seu marido sobre o quanto você está magoada. Seja assertiva. Respeite-se e entenda que não existe nada de errado com o seu corpo.
As palavras podem nos ferir unicamente quando permitimos que isso aconteça.

Que tal conhecer o método Efeito Sophie, que ensina a transformar sua relação com a comida e a voltar a escutar os sinais do seu corpo? São seis semanas com vídeos e materiais que vão explicar sobre hábitos alimentares, e como recuperar o prazer de comer. Saiba mais!

Leia também:

Sobre o Autor:
Paola Altheia é Nutricionista, graduada pela Universidade Federal do Paraná (UFPR), especialista em comportamento alimentar. Dona do perfil Instagram Não Sou Exposição, ela acredita que atualmente as pessoas têm ideias muito desajustadas e errôneas a respeito da alimentação e controle de peso. Sua missão é desmistificar crenças e promover uma maneira de pensar sobre a saúde de uma forma mais lúcida e gentil, com foco em autoestima, saúde e o resgate da feminilidade.

83 Comentários. Deixe novo

  • Meu marido me chamou de gorda(realmente estou), perguntou se não tenho vergonha, respondi que não tenho, que apenas estou tentando emagrecer como posso e tenho condições no momento, caminhadas, pilates em casa, reeducação alimentar aos poucos, enfim fazendo o que posso, fiquei chateada não irei negar, mas é um processo que tenho que passar e é a longo prazo, há alguns isso iria me afetar, ficar depressiva, chateada, chorar muito, no entanto hoje com a maturidade que tenho usrei como combustível par agregar força ao meu objetivo.

    Responder
    • Olá Aleticia!
      Sentimos muito por isso. Sinta-se acolhida pela Dra. Sophie e sua Equipe.
      Um abraço,
      Nathalia Equipe Sophie

  • Queridas amigas, todas essas mulheres maravilhosas e sofridas que deixaram seus depoimentos tristes aqui, vou lhes dar uma sugestão: procurem assistir uma aula ou live de Flavia Mariano no Youtube ou Instagram. Ela fala sobre autoestima, casamento, tudo direcionado a mulheres casadas ou em um relacionamento. Sou aluna dela e a transformação que ocorreu na minha autoestima e na minha vida foi total.  Eu fui uma criança gordinha, passei a adolescência e a juventude brigando com meu peso, emagrecendo com imensos sacrifícios e engordando tudo de novo e ainda mais. Adulta e mãe, engordei 20 kg, que foi um sofrimento sem fim para perder em 2 anos. E que engordei tudo de novo. Há 2 anos atrás, eu era como vocês. Já tinha tentado todo tipo de dietas – das mais restritivas às mais malucas. Eu emagrecia rapidamente alguns quilos e ganhava tudo de volta. Até que encontrei este site da Dra. Sophie sem querer. Resolvi tentar, sem muita esperança, já que estava quase desistindo de conseguir resultados que durassem. Emagreci e conservei o peso com Mindfull Eating, por causa deste site. Mas, para ter força para chegar ao que sou hoje e saber do meu valor, eu tive que me aprender a me amar, me aceitar, elevar a minha autoestima – e foi com a Flavia Mariano que eu aprendi na prática. Acreditem que essas duas mulheres incríveis podem mudar o corpo, a vida e o casamento de vocês. Isso aconteceu comigo. Abram a cabeça para os ensinamentos delas, para uma nova vida. E ao mesmo tempo que forem retomando a sua autoestima, sigam os ensinamentos da Dra. Sophie que são maravilhosos. Não tenho palavras para agradecê-la! Meu muito obrigada, de coração!!

    Responder
    • Olá Elaine.
      Agradecemos por compartilhar esse comentário conosco. Saiba que estamos felizes em saber que os ensinamentos da Dra. Sophie te ajudaram e que você está bem.
      Um abraço,
      Nathalia – Equipe Sophie

  • Rejane costa da Silva
    28 de março de 2023 6:25 am

    Meu marido se encontra desdentado e acabado É mais velho que eu 12 anos .
    Além de desempregado há 4 anos.
    Mesmo assim adorar me humilhar e colocar pra baixo .
    Falando q minha barriga 4zta grande .
    Q eu deveria ter vergonha !
    Doida pra mandar ele sumir

    Responder
  • Boa noite, não sou de comentar….mas a tristeza está me corroendo por dentro, a minha alma dói. Gostaria de saber porque as pessoas amam machucar umas as outras. Estou com sobre peso tenho 63 de altura com meus 95 kilos, uma barriga horrível caída. Não tenho uma amiga para desabafar e hoje foi a gota de água, juro para vocês se eu tivesse coragem tomaria todo meu remédio faixa preta para dormir e não acordar.e assim acabar com isso.

    Responder
    • Olá Simone!
      Sentimos muito pelo o que você está passando. É importante buscar um profissional de saúde para conversar e entender o que está acontecendo por dentro.
      Lembre-se que você não está sozinha.
      Um abraço,
      Nathalia – Equipe Sophie

  • Estou muito cansada desse casamento em que vivo não mim acho gorda mim sinto bem com meu corpo mas a pessoa com que eu casei nao mim ajuda muito sempre fui um pouco cheinha nao acima do peso e hoje dia qualquer coisa é motivo pra mim chamar de bujao,baleia e isso mim magoa.

    Responder
    • Olá Cecília!
      Agradecemos seu comentário aqui no Blog da Sophie e sentimos muito por isso.
      Sinta-se acolhida pela Sophie e por sua Equipe
      Um grande abraço,
      Nathalia – Equipe Sophie

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Para você
Dra Sophie Deram

Consultas, cursos, palestras … Conheça melhor a Dra Sophie e o que pode fazer para você.

Artigos Relacionados