Comportamento Alimentar

O que é desnutrição?

Segundo o dicionário, desnutrição significa o ato ou efeito de desnutrir-se, o enfraquecimento ou emagrecimento decorrente da falta de nutrição. Mas, no que consiste essa “falta de nutrição”? Será que é consequência apenas do ato de “não comer”? Vamos entender melhor o que é desnutrição.

A desnutrição é uma condição clínica decorrente de uma deficiência de um ou mais nutrientes essenciais para o corpo. Como se trata de uma deficiência de nutrientes pode ou não estar correlacionada ao ato de comer per se, ou seja, a pessoa pode comer e estar desnutrida. “A pessoa come e fica desnutrida?” você deve estar se perguntando. Falaremos mais sobre isso a seguir, primeiro precisamos entender o que é desnutrição e suas causas.

Desnutrição, causas multifatoriais

A desnutrição pode ser causada pela privação de alimentos ou nutrientes específicos. Isto é, ter uma alimentação em quantidade ou qualidade insuficiente em calorias e nutrientes. Essa privação pode envolver diversas situações, por exemplo: baixa renda, dietas restritivas (sim, é isso mesmo que você leu!), anorexia, efeito colateral de medicamentos, depressão, etc.
Outros fatores que podem causar a desnutrição não estão relacionados ao alimento em si, mas sim às condições fisiológicas do organismo. São casos que podem ter relação tanto com o aumento da demanda de energia pelo corpo de forma anormal (câncer, queimaduras… ) quanto com a dificuldade do corpo de digerir ou absorver nutrientes (doença celíaca, doença de Crohn, diarreia, parasitoses, retirada cirúrgica de porções do trato gastrointestinal, entre outras).

O corpo desnutrido

Obviamente, a falta de nutrientes acarreta uma série de problemas. Quanto mais grave o caso, mais graves serão as repercussões no organismo, podendo ser irreversíveis. A desnutrição pode estar relacionada a um emagrecimento intenso, com grande perda muscular e de gordura, o que provoca debilidade física.

Além disso, a desnutrição também influencia:

  • Na pele, que fica com aspecto seco, enrugado e descamando;
  • No cabelo, que fica quebradiço e pode perder a cor;
  • No comportamento, a pessoa fica apática, podendo desenvolver depressão;
  • No sangue, as alterações podem causar, por exemplo, anemia;
  • No sistema nervoso, prejudicando os estímulos nervosos e a integridade dos neurônios;
  • Nos ossos, interferindo na formação;
  • No sistema imunológico, diminuindo a defesa do corpo contra infecções;
  • Nos demais sistemas, provocando alterações nos órgãos vitais ao corpo.

As crianças e idosos são mais vulneráveis, e podem sofrer mais com os efeitos da desnutrição. No caso das crianças, é importante lembrar que esse é um período de desenvolvimento físico e mental, ou seja, a desnutrição nessa fase de vida pode comprometer (e muito) o futuro adulto.
Ao observar sintomas como cansaço, falta de energia, irritabilidade, falta de concentração, diminuição da temperatura corporal, demora na cicatrização de feridas, dificuldade para se recuperar de infecções e diarreia permanente, fique atento! A presença de um ou mais sintomas podem estar correlacionados à desnutrição.

O que é desnutrição e como diagnosticar?

O diagnóstico de desnutrição envolve a avaliação clínica, nutricional e bioquímica do paciente. Sendo assim, para obter tal diagnóstico é necessário o parecer de profissionais capacitados, como o médico e o nutricionista. Quanto mais cedo o diagnóstico, mais simples será o tratamento.
A desnutrição pode estar associada tanto a aspectos sociais, quanto aos aspectos fisiológicos e psicológicos do indivíduo considerado desnutrido. O cuidado especializado e individualizado é essencial para a melhora do estado nutricional e emocional. Ao perceber os sinais e sintomas, procure ajuda profissional.
Entender o que é desnutrição é muito importante para buscar soluções para tratamento. Aproveite e entenda também:

Que tal conhecer meu método Efeito Sophie, que ensina a transformar sua relação com a comida e a voltar a escutar os sinais do seu corpo? São seis semanas com vídeos e materiais que vão explicar sobre hábitos alimentares, e como recuperar o prazer de comer. Saiba mais!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Para você
Curso online - Efeito Sophie no Comer Emocional

Vontade de comer doces no final do dia?
Conheça os vários tipos de fome e saiba lidar melhor com a fome emocional, aquela que te faz querer comer muitos doces quando chega o final do dia.

Cursos e programas para você

Descubra uma nova abordagem da sua alimentação e mude sua vida com essa metodologia aplicada em 3 cursos especiais.

É colega de profissão?

Descubra uma nova abordagem da nutrição e mude seu atendimento a pacientes.

Artigos Relacionados

Menu