Bem-estar

Quer emagrecer? Então primeiro aprenda a amar a si mesmo

“Quando eu emagrecer, vou aprender a gostar de mim”. Já ouviu essa frase? Ou já falou isso para você mesmo alguma vez?
Pois bem, muita gente acredita que é preciso primeiro emagrecer para então resgatar a autoestima e fazer tudo o que tem vontade.
Pois eu digo o contrário.
Uma das coisas primordiais para se chegar a um peso saudável é, em primeiro lugar, amar a si mesmo.
O amor próprio está muito ligado à forma como nos enxergamos nos espelho, especialmente porque vivemos em um mundo que valoriza muito a beleza. E beleza, segundo os padrões atuais, tem a ver com magreza. Mas quem disse que isso é verdade?
Pense nas pessoas que você mais admira e respeita. Você as considera ícones por conta das medidas, do peso, da circunferência abdominal? Ou pelas características incríveis que as fazem únicas, e que nada têm a ver com a aparência física?
Pois bem, hoje vamos entender melhor por quê o fato de amar a si mesmo tem tudo a ver com saúde e até mesmo com um processo saudável de emagrecimento.

Amar a si mesmo é melhor do que se punir

A maioria das pessoas que quer emagrecer acaba agredindo o corpo com medidas drásticas, como dietas restritivas e prática exaustiva de atividades físicas.
Claro que, para emagrecer, é preciso sair do sedentarismo e rever a alimentação. Mas não há necessidade de sofrer para conquistar um novo estilo de vida!
Quem aprende a amar a si mesmo, ainda que esteja alguns ou muitos quilos a mais, vai querer cuidar da saúde, ter qualidade de vida e conquistar a longevidade. Lembre-se que você só tem um corpo! Então, faça o melhor por ele.
Como? Criando hábitos que sejam sustentáveis a longo prazo e, ao mesmo tempo, tragam prazer e ajudem nesse processo de amar a si mesmo.
As dietas restritivas vão na contramão desta busca, porque a maioria das pessoas falha, acaba voltando a engordar e aí a autoestima vai lá embaixo.
Então, do ponto de vista da alimentação, é importante tentar comer sem culpa, ouvindo mais seu corpo – comendo quando tem fome, e parando quando estiver satisfeito.
Se você conseguir incluir mais alimentos in natura na rotina, diminuir o consumo de ultraprocessados e se hidratar principalmente com água, não precisará ficar se sentindo mal por exagerar de vez em quando ou comer coisas mais pesadas ocasionalmente.
Ouvir os sinais do corpo e fazer as pazes com a comida são os primeiros passos para chegar ao seu peso saudável. E por ouvir diariamente em meu consultório e por dezenas de pessoas a dificuldade que possuem em mudar essa relação com a comida, que eu criei o programa online Efeito Sophie.
São seis semanas de vídeo aulas, atividades e exercícios para te ajudar nesse processo e a rever sua relação com a comida e seu corpo, no seu ritmo e sem estresses. Vamos juntos nessa? Conheça agora o programa online Efeito Sophie!
Para resgatar o amor próprio é necessário entender que você é humano e que humanos falham! Mas não é por isso que você deve desistir de cuidar da sua alimentação e da sua saúde, combinado?

Como amar a si mesmo em 6 passos

1. Evite se comparar

A primeira coisa importante para começar amar a si mesmo é parar de ficar se comparando o tempo todo com os outros. Hoje em dia esse é um exercício bem difícil, porque os perfis de pessoas famosas reforçam esse culto ao corpo e à magreza.
Mas é preciso começar para uma aceitação e buscar a melhor versão de nós mesmos, e não tentar se encaixar em padrões. E a melhor versão de nós mesmos é aquela que tem saúde, está em paz com a comida e feliz!

2. Não busque a perfeição

Se você acha que precisa melhorar coisas na sua alimentação ou no seu corpo para melhorar a saúde e gostar mais da sua imagem, tudo bem!
Mas ficar buscando a perfeição é chato e cansativo. Às vezes comer um pouco a mais faz parte da vida, faltar na academia também. Procure ser mais gentil com você mesmo e respeitar seu corpo.

3. Tenha metas viáveis

Cada pessoa tem um biotipo, uma genética e um estilo de vida. São muitos os fatores que influenciam nosso peso.
Então, não coloque expectativas exageradas sobre o que espera do seu corpo. Aprenda a amar suas particularidades e se sentir único por elas.

4. Mexa-se! A mudança depende de você

Se alguma coisa está incomodando sua vida, seja na alimentação, no trabalho ou nos relacionamentos, batalhe para mudar!
O processo de reconquista da autoestima também passa por mudar a forma como pensamos e agimos diante de certas situações.

5. Valorize seus diferenciais

Você é mais do que um corpo!
Aprenda a tirar um pouco o foco da imagem corporal e lembrar quais qualidades tornam você um ser especial. A beleza vem de dentro pra fora, e não o contrário!

6. Espalhe por aí

Amar a si mesmo ajuda também a influenciarmos as pessoas ao nosso redor.
Quem sabe você pode até ajudar aquela amiga ou amigo que tem problema com autoestima, vive entrando e saindo de dieta e se autodepreciando? Resgatar o amor próprio é ainda mais fácil quando nos unimos e nos apoiamos mutuamente!
Bon appétit!
Agora que já viu as dicas para amar a si mesmo, veja também esses artigos que separei para você:

E você, conta pra mim, o que tem feito para amar mais a si mesma(o)?

1 Comentário. Deixe novo

  • Olá Sophie,
    Faz algum tempo que sigo seus canais, já li seu livro e antes disso eu fiz acompanhamento com uma nutricionista muito bacana que trabalha nesta linha, no meu município. Desde que fiz o acompanhamento, parei de ganhar peso e fiquei feliz com isso.
    Mas assim, deixa te contar um pouco mais minha história. A 4 anos fiz uma dieta restritiva com intuito de “desintoxicar” o corpo, com acompanhamento médico, não era intenção emagrecer, mas era para um tratamento capilar. Mas a dieta tirava leite e trigo, entre outra coisas, foi muito radical! Após 2 meses eu parei tudo e pela primeira vez na vida me tornei compulsiva para comer. Eu nunca tinha tido problema de ganho de peso, mas ganhei 4kg em 2 meses e depois mais uns 4kg em um ano. Depois mais uns 2, somei 10kg a mais em uns 2 anos. Não tenho ganhado peso, não faço dieta restritiva, voltei a ter gosto por cozinhar, vou a feira semanalmente, assim compro cada vez menos produtos industrializados. Mas eu não consigo eliminar o peso.. Eu sempre faço alguma atividade física, retomei a cerca de 1 mês atividades físicas com maior frequência e intensidade. Cerca de 30 min a 1 hora uns 6 dias por semana. Vario entre natação, caminhada rápida, elíptica e bicicleta, são coisas que sinto prazer em fazer. Mas ainda me sinto frustrada por não conseguir perder peso. Me sinto frustrada até com o que acredito, que é a linha em que você trabalha, por não ver resultado na perda de peso. Eu gostaria de ajuda para conseguir perder peso, pelo menos parte desses 10kg que adquiri nos últimos anos. Como você pode me ajudar?
    Atenciosamente,
    Carla (uma admiradora do seu trabalho)

    Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Para você
Curso online - Efeito Sophie no Comer Emocional

Vontade de comer doces no final do dia?
Conheça os vários tipos de fome e saiba lidar melhor com a fome emocional, aquela que te faz querer comer muitos doces quando chega o final do dia.

Cursos e programas para você

Descubra uma nova abordagem da sua alimentação e mude sua vida com essa metodologia aplicada em 3 cursos especiais.

É colega de profissão?

Descubra uma nova abordagem da nutrição e mude seu atendimento a pacientes.

Artigos Relacionados

Menu