Bem-estar

Meu marido me chama de gorda

Sabemos que as relações humanas podem ser muito desafiadoras e difíceis. Especialmente quando existe um conflito com aquela pessoa que um dia fizemos a decisão de ter ao nosso lado pelo resto dos nossos dias. O dia a dia pode gerar desgaste, e um convívio desgastado pode abrir feridas novas ou fazer a manutenção de dores antigas. “Meu marido me chama de gorda!” Você já ouviu esta queixa alguma vez? Das colegas de trabalho? Das amigas? Ou pior… Isso tem acontecido com você?

Quando o assunto é corpo e autoestima, existem algumas coisas que você precisa compreender para não se deixar levar pelas críticas e se sentir feia e desanimada. Acompanhe as reflexões e descubra a importância de adotar uma postura mais compassiva consigo mesma.

O que é ser gorda?

Primeiramente, é importante que você se pergunte: será que eu estou verdadeiramente gorda?

Vivemos em uma sociedade que dá muito valor ao corpo magro, esguio, esbelto, tonificado. Existe muito apelo midiático em torno da idealização da magreza e somos constantemente expostos à imagens de modelos de perfeição praticamente inatingíveis.

Por causa de toda essa exposição, nossos olhos acabam se habituando a um referencial de “normalidade” que não corresponde à verdadeira aparência dos corpos humanos.

Considerando as atuais definições de corpo desejável… Não é nada difícil ser “gorda”, não é mesmo?

O fato do seu corpo não parecer com os das modelos e celebridades não significa que você é gorda… Apenas ressalta o fato de que elas são demasiadamente magras.

Qual é a sua história?

Nessa altura, pode ser que você diga: “ok, eu não sou tão fora do peso assim, mas mesmo assim, meu marido me chama de gorda!”. Reflita: será que engordar é realmente algo tão condenável?

Ninguém altera seu peso “do nada”. Todas as pessoas que engordam têm uma história.

O ganho de peso é um processo a longo prazo que pode se dar por muitos motivos: estresse no trabalho, depressão, luto, menopausa, mudança de cidade, problemas emocionais… Nada disso é erro, crime, fracasso, nem vergonha!

O que você diria a uma amiga próxima que estivesse se sentindo mal por ter engordado? As mesmas coisas que você diz para si mesma? Será que não tem sido muito autocrítica?

Ser gorda é tão ruim assim?

Mesmo que você entenda que o ganho de peso se dá por um motivo, talvez sinta que estar gorda é a pior coisa do mundo, algo que você não queria que tivesse ocorrido.

Por que? Já se perguntou?

Geralmente se atribuem muitas características morais negativas ao corpo gordo. O problema não é ser gorda, o problema são as coisas ruins que vêm no pacote: preguiçosa, indisciplinada, negligente…

Mas será que tudo isso não é apenas estereótipo?

Faça uma lista dos seus talentos e realizações. O que você faz de melhor? O que te faz única? Uma pessoa preguiçosa seria capaz de realizar as mesmas conquistas?

Compreenda que toda a carga pesada e ofensiva em torno da palavra “gorda” não passa de mentiras que foram contadas tantas vezes que passamos a acreditar nelas.

Ser gorda é apenas uma característica física. Nada mais do que isso!

Mude por você!

Antes de se comprometer com uma dieta radical ou um programa de perda de peso, entenda que a solução para o problema não está no emagrecimento. Se você não aprender a se tratar com mais amorosidade, respeito e gentileza, quilos perdidos farão pouquíssima diferença.

Meu marido me chama de gorda, o que faço?

Verbalize para o seu marido sobre o quanto você está magoada. Seja assertiva. Respeite-se e entenda que não existe nada de errado com o seu corpo.
As palavras podem nos ferir unicamente quando permitimos que isso aconteça.

Que tal conhecer o método Efeito Sophie, que ensina a transformar sua relação com a comida e a voltar a escutar os sinais do seu corpo? São seis semanas com vídeos e materiais que vão explicar sobre hábitos alimentares, e como recuperar o prazer de comer. Saiba mais!

Leia também:

Sobre o Autor:
Paola Altheia é Nutricionista, graduada pela Universidade Federal do Paraná (UFPR), especialista em comportamento alimentar. Dona do perfil Instagram Não Sou Exposição, ela acredita que atualmente as pessoas têm ideias muito desajustadas e errôneas a respeito da alimentação e controle de peso. Sua missão é desmistificar crenças e promover uma maneira de pensar sobre a saúde de uma forma mais lúcida e gentil, com foco em autoestima, saúde e o resgate da feminilidade.

54 Comentários. Deixe novo

  • Hj estou muito mal meu marido jogou em minha cara que estou gorda e o impressionante que ele está Com barrigão e fica falando de mim e anda falando que mulher gorda é feio e homem gordo é normal … Eu estou muito mal com isso tudo 😢

    Responder
  • Eu engordei muito devido a depressão profunda, meu melhor amigo, aquela pessoa que eu mais amava e admirava me disse, você está parecendo um saco de cimento. Eu desabei… comecei a fazer caminhadas todos os dias, meus pés doíam muito, comecei a comer pouco, passei fome muitas vezes. E ainda tomava termogenicos, em 2 anos perdi muito peso, comecei a sentir medo de comer, perdi o prazer da Boa comida. Estou magra, recebo elogios, mas o sorriso desapareceu, eu sofri muito para emagrecer, já estou com 52 anos, meu amigo está todo orgulhoso agora, me elogia o tempo todo, diz que sou linda agora. O mais engraçado é que ele pesa uns 130kg, adora comer. Sinto que aquela amizade, quase platônica foi abalada por tantas exigências. Eu me vejo magrinha, comendo pouco, fazendo exercícios, uma luta insana para me manter assim. Pelo menos me deixam em paz, acabou a cobrança, as dicas de dieta. Eu nem sei mais o sabor de um hambúrguer com fritas, bolo de chocolate, faz tempo que só como verduras, legumes, carne branca grelhada. Paguei o preço, a sociedade aplaude.

    Responder
  • Edjane batista dos santos
    8 de setembro de 2021 4:25 pm

    Meu namorado vive falando que sou feia gorda e grudenta

    Responder
  • meu marido me chamou de gorda estou péssima foi na alma

    Responder
  • Meus bebês gêmeos tem 1 ano e meu esposo me traiu com uma mulher magra, e toda hora ele me chama de 150 kg, diz onde eu quero chegar desse jeito. Me humilha, não cuida de mim acredito que ele não me ama !

    Responder
    • Nathália Uliana
      9 de agosto de 2021 6:10 pm

      Olá querida!
      Agradecemos por compartilhar esse comentário conosco e sentimos muito por isso. Sinta-se acolhida pela Dra. Sophie e pela sua Equipe.
      Um grande abraço,
      Nathalia – Equipe Sophie

      Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Para você
Curso online - Efeito Sophie no Comer Emocional

Vontade de comer doces no final do dia?
Conheça os vários tipos de fome e saiba lidar melhor com a fome emocional, aquela que te faz querer comer muitos doces quando chega o final do dia.

Cursos e programas para você

Descubra uma nova abordagem da sua alimentação e mude sua vida com essa metodologia aplicada em 3 cursos especiais.

É colega de profissão?

Descubra uma nova abordagem da nutrição e mude seu atendimento a pacientes.

Artigos Relacionados

Menu