Introdução Alimentar

Lanche da tarde para bebê de 1 ano: veja dicas e receitas

Quando o bebê completa os 12 meses, começam as dúvidas dos pais e mães. É  nesse momento que começam a se perguntar o que seria um lanche da tarde para um bebê de 1 ano adequado e equilibrado.

Hoje, no Brasil, temos muitas vezes dois cenários bem distintos – o exagero, marcado principalmente por um excesso de alimentos processados e ultraprocessados; e, no extremo oposto, uma escassez, seja por questões econômicas ou por crenças ligadas aos mitos das dietas e do medo de engordar.

E isso, com certeza, se reflete nas nossas crianças.

Uma alimentação equilibrada, preferencialmente, deve começar na infância.

Por isso se você procura ideias de lanche da tarde para bebê de 1 ano, já é um bom começo: significa que está buscando oferecer mais qualidade para o seu pequeno. E muito provavelmente você verá boas consequências no desenvolvimento físico e cognitivo dele se cuidar dessa parte com carinho.

Rotina alimentar de bebê de 1 ano: a hora de ser criativo é agora!

Com um aninho de idade, muitas crianças têm seu apetite reduzindo.

Isso acontece, porque nessa fase, o crescimento não é tão acelerado quanto nos 12 primeiro meses, e, de um modo geral, elas ganham apenas de 2,5kg a 3 kg até completar 24 meses.

Muitos pais se desesperam quando o bebê não quer comer.

O ideal é respeitar a fome do pequeno, porque, acredite ou não, eles sabem identificar muito bem a hora que estão satisfeitos – diferente de muitos adultos, que acabamos perdendo a noção de saciedade com o tempo.

No entanto, essa é uma fase de extrema curiosidade e o seu filho provavelmente vai ficar muito atento a tudo que está acontecendo ao seu redor.

Pode ser que ele também já esteja aprendendo a falar, e, assim, passar a pedir o que tem vontade.

Os primeiros dentinhos já nasceram, e isso ajuda a triturar melhor os alimentos sólidos. Além disso, ele já vai estar apto a interagir com os alimentos com as próprias mãos.

Resumindo, esse é um campo muito fértil para novas descobertas alimentares!

Sendo assim, ao buscar alternativas de lanche da tarde para seu bebê de 1 ano, procure ampliar a oferta de alimentos in natura e reduzir os industrializados.

Fuja das refeições monótonas, varie nas escolhas e também no modo de preparo.

Assim, seu filho terá mais chances de apreciar novos sabores.

Nutrientes queridos na alimentação de bebê de 1 ano

Vamos começar pelo aspecto nutricional.

A primeira dica que vou dar nesse sentido é sobre a origem do alimento que você escolhe para compor o lanche da tarde para o seu bebê de 1 ano.

Sabemos que o tempo é o grande vilão quando o assunto é alimentação, mas se você quer que seu filho cresça com saúde e uma boa relação com a comida, seria mais interessante acostumá-lo, desde cedo, às preparações mais caseiras.

Comida de verdade fresca e caseira é uma excelente forma de melhorar a qualidade da alimentação em casa, conforme explico no vídeo a seguir:

Sei que na correria os alimentos industrializados acabam sendo uma alternativa, até mesmo para lanche da tarde de bebês de 1 ano.

Alguns exemplos são preparações para bolos (ou bolinhos prontos industrializados), bolachas recheadas, achocolatados, sucos adoçados e refrigerantes.

Se for algo ocasional e esporádico, não tem problema nenhum!

A questão é que quando esse hábito entra no cotidiano, seu filho pode acabar se acostumando demais com os sabores artificiais e, assim, perder o interesse nos alimentos in natura, como frutas, legumes, vegetais, grãos, carnes, leite, queijos e etc., que são riquíssimos em nutrientes.

Um estudo do Programa de Pós-Graduação em Nutrição da Faculdade de Saúde Pública, publicado no Jornal de Pediatria, analisou a prevalência do consumo de alimentos ultraprocessados entre criança menores de 1 ano de idade.

Após entrevistarem 198 mães na região metropolitana de São Paulo, os pesquisadores verificaram um alto consumo de alimentos ultraprocessados entre bebês de 6 a 12 meses de idade.

A prevalência deste tipo de alimento foi de 43,1%, sendo que as crianças que não estavam sendo amamentadas apresentaram um consumo ainda maior.

Os números não mentem: no Brasil se come cada vez mais comida industrializada.

Gosto de acalmar os pais e mães dizendo que não precisa ser radical: os alimentos ultraprocessados também não são veneno!

Não tem problema deixar os avós “estragarem” a alimentação do seu filho de vez em quando.

Mas é fato que uma alimentação de qualidade é composta por mais comida verdadeira.

Então, que tal pesquisar receitas práticas que não tomem muito tempo e que possam ser deliciosas opções de lanches da tarde para o seu bebê de 1 ano?

Deixo aqui duas ideias bem gostosas que eu tenho certeza que farão sucesso na sua casa!

Lanche da tarde para bebê de 1 ano: receitas

Vamos a duas receitas práticas que costumam fazer muito sucesso com a criançada!

Bolo de caneca

Ingredientes

  • 1 colher (sopa) de manteiga ou óleo
  • 3 colheres (sopa) de leite
  • 1 ovo
  • 3 colheres (sopa) de açúcar (branco, mascavo ou demerara)
  • 1 ou 2 colheres (sopa) de cacau em pó
  • 2 colheres (sopa) de farinha de trigo
  • 1 colher (sopa) de farinha de aveia
  • ½ colher (chá) de fermento em pó

Modo de preparo

Em uma tigela média (que possa ir ao microondas), coloque a manteiga e derreta por 30 segundos, ou até que fique líquida.

Acrescente o leite e o ovo, e misture bem com um batedor de arame ou com um garfo.

Junte o açúcar, o cacau, as farinhas e o fermento. Misture bem, até que a massa fique homogênea.

Divida a massa em 3 ou 4 potinhos, canequinhas ou forminhas de silicone, sem deixar ultrapassar 2/3 da capacidade do recipiente.

Leve ao microondas por 1 a 3 minutos (vai depender da potência do microondas).

Aconselho a cada 1 minuto abrir e olhar se o bolinho já está pronto!

Dica 1: se você usar potinhos de vidro com tampa, ou forminhas de cupcake, pode fazer um estoque maior e congelar.

Dica 2: Se quiser variar, também dá para colocar pedaços de frutas frescas ou secas na massa.

Picolé de frutas

Ingredientes

  • Uma polpa de fruta (morango, uva, maracujá, açaí, goiaba, etc.)
  • 1 colher (sopa) de açúcar demerara ou mel (opcional)
  • 1 xícara de iogurte natural (veja minha receita fácil e caseira)

Modo de preparo

Bata todos os ingredientes no liquidificador.

Coloque a mistura nas forminhas de picolé e leve ao freezer por 10 horas ou até endurecer.

Na hora de servir cuidado de não servir um picolé congelado demais que pode machucar a língua e boca do bebê!

Bon appétit!

Referências

Aprenda mais sobre a falta de apetite do bebê

Aproveitando que estamos falando sobre alimentação do seu bebê, deixo aqui também a indicação do curso online Introdução Alimentar no Método Sophie, que criei em parceria com a nutricionista materno infantil Gabriella Villas Bôas.

Sou também mãe de quatro filhos e quis criar esse curso com o intuito de ajudar profissionais de saúde e milhares de mães e pais de família que buscam uma alimentação equilibrada para seu bebê e fácil de levar no dia a dia.

São seis módulos online, que você pode assistir quando estiver indo para o trabalho ou na academia, e que vão te ajudar a repensar a alimentação como uma parceira na sua vida e não uma vilã que só te estressa.

Quer saber mais sobre o programa? Clique aqui e saiba mais sobre o curso online Introdução Alimentar no Método Sophie.

Se você gostou dessa leitura, provavelmente vai gostar destas aqui que separei para você:

13 Comentários. Deixe novo

  • Ana Paula Rodrigues Dias
    27 de julho de 2021 9:22 am

    Gosto das receitas saudáveis ,perfeito tudo!!! Amo essas receita

    Responder
    • Nathália Uliana
      30 de julho de 2021 8:01 pm

      Olá Ana Paula!
      Agradecemos seu comentário aqui no Blog da Sophie. Que bom que gostou das receitas 😉
      Um abraço,
      Nathalia – Equipe Sophie

      Responder
  • Ana Paula Rodrigues Dias
    27 de julho de 2021 9:21 am

    Gosto das receitas saudáveis ,perfeito tudo!!!

    Responder
  • Boa tarde,
    Adorei essa explicação. Geralmente dou bolo caseiro (feito por mim) para meu filho e há fui criticada em função do açúcar. Entretanto, ele come frutas e legumes todos os dias. Não vejo como um bolo com ingredientes selecionados possa fazer tão mal.

    Responder
    • Nathália Uliana
      16 de junho de 2021 3:24 pm

      Olá Elenize!
      Agradecemos seu comentário aqui no Blog da Sophie. Saiba que ficamos felizes em saber que você gostou do artigo! O feedback de vocês é sempre muito importante para nós 😉
      Um abraço,
      Nathalia – Equipe Sophie

      Responder
  • Até que enfim uma resposta, (as duvidas de outras pessoas), muito interessante e importante, me esclareceu e muito a respeito do tal “Não Pode Comer Açúcar até os 2 anos”. Não conseguia entender onde uma criança que se alimenta de forma saudável não pode comer NADA que tenha açúcar.
    Ótima explicação

    Responder
    • Olá Josi!
      Agradecemos seu comentário aqui no Blog da Sophie. Saiba que ficamos felizes em saber que o artigo trouxe esclarecimento para você. 😉
      Um abraço,
      Nathalia – Equipe Sophie

      Responder
  • Olá, e para quem realmente quer evitar dar açúcar para seus bebês, (o que é minha intenção – pelo menos até quando eu consiga controlar), quais são as opções, por exemplo, para lanches entre refeições? Atualmente a alimentação da minha bebê extra-refeição principal tem sido frutas, e eu queria justamente variar.

    Responder
    • Nathália Uliana
      14 de junho de 2019 12:12 pm

      Olá Daniela, tudo bem?
      No caso das receitas, você pode adaptá-las retirando o açúcar 😉
      Para dúvidas mais específicas o ideal é procurar um profissional de saúde especializado para que ele possa acompanhar sua bebê de forma individualizada. Uma consulta presencial é sempre muito importante.
      Abraços,
      Nathália – Equipe Sophie

      Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Saúde Pro
Introdução Alimentar no Método Sophie

O medo da criança não estar com o peso adequado, dela não comer o suficiente, de não saber como oferecer os alimentos, somado à toda informação controversa encontrada nas redes sociais deixam os pais angustiados e perdidos. Saiba navegar esse período com segurança!
(O curso foi pensado para profissionais de saúde, mas pode ser beneficial para pais também)

Cursos e programas para você

Descubra uma nova abordagem da sua alimentação e mude sua vida com essa metodologia aplicada em 3 cursos especiais.

É colega de profissão?

Descubra uma nova abordagem da nutrição e mude seu atendimento a pacientes.

Artigos Relacionados

Menu