Projeto verão

Não tenha medo da gordura na comida

Você tem medo da gordura? Faz de tudo para evitar comer pensando que gordura engorda?

Há cerca de 30 anos, a gordura foi demonizada

A gordura foi demonizada e culpada e isso acabou sendo, provavelmente, um dos maiores erros da ciência da nutrição.

Quando me mudei para Nova Iorque décadas atrás, fiquei assustada com a guerra que tinha contra gordura, tudo era “no fat, no colesterol, low fat”.

Eu me assustei porque sou francesa e vinha de um lugar onde não tinha esta demonização da gordura. Gordura faz parte da nossa alimentação e gastronomia, mas claro, com moderação.

Achei muito interessante que depois da minha palestra “O peso das dietas” no TEDxWomenJardins, em dezembro de 2013, uma das coisas que mais escutei foi “Sophie, fiquei tão feliz com a notícia sobre a manteiga! Agora a manteiga não é ruim, podemos comer!”. Também escuto bastante esse tipo de coisa no meu consultório

Pode comer gordura, mas sempre, com moderação

Ao contrário do que muitos pensam, as gorduras não fazem você ganhar peso express, nem seu consumo moderado vai provocar um infarto fulminante.

Na verdade, as gorduras desempenham diversas funções no nosso organismo. Veja algumas delas:

  • Compõem as membranas das nossas células.
  • Atuam na produção de hormônios (como o estrógeno, a progesterona e a vitamina D).
  • Ajudam na absorção de vitaminas.
  • É uma boa fonte de energia.
  • Podem contribuir com a saúde do cérebro.
  • Aumentam a saciedade e deixam a comida mais saborosa.

Viu quanta coisa? É importante que as gorduras façam parte da alimentação, porque o seu organismo precisa delas. Por isso, não tenha medo da gordura na comida! Não é a gordura que faz mal, mas sim seu excesso.

Portanto, em vez de sair cortando alimentos ricos em gordura, busque a moderação e foque na qualidade da alimentação.

Ou seja, coma mais comida fresca e caseira, inserindo alimentos variados nas suas refeições: frutas, legumes, verduras, cereais, feijões, peixes, carnes, leite, ovo. E utilize boas opções de gordura (como azeite, óleos vegetais e manteiga) com moderação para cozinhar os alimentos.

Assim, também fica mais fácil reduzir os ultraprocessados, que devem ser consumidos ocasionalmente, como exceção e não regra na alimentação. Eles podem conter muitas gorduras trans, um tipo de gordura que passa por um processo industrial e é conhecido por aumentar o colesterol no sangue. 

Para entender mais porque você não deve ter medo da gordura na comida, veja esse meu vídeo:

Bon appétit!

Sophie

Projeto Verão Sophie: 30 dicas para melhor aproveitar o verão. Clique aqui para saber mais e achar as outras dicas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Para você
Dra Sophie Deram

Consultas, cursos, palestras … Conheça melhor a Dra Sophie e o que pode fazer para você.

Artigos Relacionados