O que comer?

Suco para perder barriga: será que finalmente encontraram a fórmula mágica?

Abacaxi, gengibre, hortelã, maçã, berinjela, pepino, linhaça, água de coco. Quem nunca viu algum destes itens estampando a lista de ingredientes de algum suco para perder barriga, ou ainda um suco ou chá “devorador” de gordura?


Não é preciso se esforçar muito para encontrar esse tipo de promessa: é só digitar o termo no buscador que logo aparecem centenas das mais diferentes receitas para o desaparecimento da gordura em uma das regiões do corpo em que ela mais se acumula.
Como ferrenha defensora da “comida de verdade” não tenho críticas a nenhum destes alimentos listados, diga-se de passagem. Eles fazem sim um bem danado para a saúde!
Mas, por mais que a realidade seja dura, precisamos parar de nos deixar enganar. Não existe um único alimento, em nenhum lugar do mundo, que serve para secar a barriga.
Pense bem: se este alimento já tivesse sido encontrado, seu descobridor já o teria colocado em cápsulas e estaria milionário.

Suco para perder barriga não existe

É preciso bater na mesma tecla para começarmos a entender que fórmula mágica não existe. Imagine um paciente entrando no meu consultório e fazendo o seguinte pedido: “Doutora, eu gostaria de emagrecer apenas nos braços, estou satisfeito com todo o resto.” Isso é totalmente inviável!
Nem mesmo uma atividade física é capaz de se concentrar em uma única região. Se o seu objetivo é perder barriga e, pensando nisso, você começa a correr, não tem como dizer para o corpo que só quer perder a gordura abdominal.
Da mesma forma, se fizer um treino exclusivamente focado só no abdômen, sem rever sua alimentação e sem procurar um estilo de vida mais ativo, não verá efeitos claros.
É o mesmo que acontece com os alimentos; isoladamente, eles não são capazes de operar algum milagre sob medida.

Expectativa x realidade

Sucos podem ter muitas qualidades nutricionais, e gosto da ideia de que possam ser tomados de vez em quando em quantidades razoáveis, ou seja, um copinho. Mas não como uma regra e muito menos como uma obrigação.
Atualmente, com as redes sociais, o suco para perder barriga conquistou adeptos. Afinal, são tantas pessoas famosas propagando seus benefícios que fica difícil não ceder a esse recurso. Muita gente pode pensar: “por que não tentar?”. Ou ainda: “é natural, não deve fazer mal”.
Afinal, se essas mesmas pessoas que propagam o suco para perder barriga têm abdomens definidos, é sinal de que funciona! Correto? Não!
É importante deixar claro que o corpo não funciona assim, como uma equação matemática simples. E vou listar aqui alguns dos problemas que esse tipo de mensagem causa.

1. Ninguém é igual a ninguém

Essa regra é bem óbvia. As necessidades do meu corpo não são necessariamente as do seu. São tantos os fatores que influenciam este cálculo… Idade, gênero, condições genéticas, qualidade do sono, peso, altura, problemas de saúde, hábitos, nível de estresse, medicamentos que você toma, etc.
Com o tal suco para perder barriga é a mesma coisa. Ele pode até ter algum efeito benéfico pequeno para determinada pessoa, mas não quer dizer que vai causar a mesma reação em você. E de novo: sozinho ele não vai secar a barriga de ninguém!

2. Tudo em excesso faz mal

Frutas e legumes são maravilhosos. Mas tudo que é consumido de forma exagerada pode ser mais prejudicial do que benéfico. A pessoa que toma muito do tal suco para perder barriga e não presta atenção nos seus hábitos alimentares como um todo pode vir a sobrecarregar o organismo, e até mesmo alterar algumas funções metabólicas ou a tireoide, por exemplo.
Além disso, acreditando que o suco é uma “bomba” de vitaminas, pode vir a negligenciar as demais refeições do dia, imaginando que a bebida é capaz de suprir todas as suas necessidades vitais.

3. Comer não deve ser obrigação. Deve ser prazer!

Imagine que chato colocar para si mesmo a obrigação de ter que fazer e beber um suco para perder barriga todo santo dia. Defendo sempre o hábito de ir para a cozinha, de preparar a própria comida e as bebidas, mas desde que isso seja dentro de um padrão alimentar sustentável, e respeitando as necessidades e vontades do corpo.
Tem dia que a gente acorda com vontade de tomar água de coco; em outro, café; suco natural, chá. Isso é o normal! Anormal é uma rotina repetitiva e cheia de regras difíceis de cumprir.
Ouça mais o que o seu corpo pede. Eu garanto: isso irá melhorar sua relação com a comida e, como consequência, não se surpreenda se a gordura na barriga começar a diminuir!

Dica de ouro

Para finalizar, gostaria de dar uma dica muito interessante para quem quer diminuir o consumo de bebidas ricas em açúcar, como refrigerantes, sucos ou alcoólicas. Aposte nas águas saborizadas.
Escolha uma jarra bem bonita, encha de água e acrescente suas frutas e ervas preferidas. Deixe na geladeira por algum tempo e consuma bem geladinho.
Algumas dicas de ingredientes bastante aromáticos para você se inspirar:

  • Limão siciliano
  • Abacaxi
  • Kiwi
  • Tangerina
  • Morango
  • Gengibre
  • Hortelã
  • Manjericão
  • Erva-doce
  • Canela em pau
  • Anis-estrelado
  • Cravo-da-índia

Use a criatividade e bon appétit!
Que tal conhecer meu método Efeito Sophie, que ensina a transformar sua relação com a comida e a voltar a escutar os sinais do seu corpo? São seis semanas com vídeos e materiais que vão explicar sobre hábitos alimentares, e como recuperar o prazer de comer. Saiba mais!
Agora que esclarecemos os mitos sobre suco para perder barriga, vamos aproveitar para aprofundar os conhecimentos com outros conteúdos que preparamos. Por exemplo, você sabe o que é caloria? Suco ou refrigerante? Se puder, escolha água.

2 Comentários. Deixe novo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Para você
Curso online - Efeito Sophie no Comer Emocional

Vontade de comer doces no final do dia?
Conheça os vários tipos de fome e saiba lidar melhor com a fome emocional, aquela que te faz querer comer muitos doces quando chega o final do dia.

Cursos e programas para você

Descubra uma nova abordagem da sua alimentação e mude sua vida com essa metodologia aplicada em 3 cursos especiais.

É colega de profissão?

Descubra uma nova abordagem da nutrição e mude seu atendimento a pacientes.

Artigos Relacionados

Menu