Acabei de ler um artigo publicado no jornal Pediatrics que valida (mais uma vez) a importância das rotinas familiares e mostra que três rotinas foram associadas a menos risco de sobrepeso e obesidade:

  • Jantar regularmente em família
  • Dormir cedo e o suficiente
  • Tempo limitado de tela: TV ou computador


O que achei mais interessante é que isso foi mostrado sem se ter avaliado a qualidade alimentar em casa! Quer dizer que apenas colocar uma rotina na vida de uma criança a ajuda a ter um peso mais saudável.

Adorei!

A pesquisa foi conduzida em 2005 pela Universidade de Ohio com 8.550 crianças de 4 anos de idade. Os resultados mostraram que dessas famílias americanas, mais da metade jantavam juntas (cinco vezes ou mais), 57% das crianças dormiam mais de 10 horas e 40% assistiam menos de 2 horas de TV. A cada rotina que você adiciona, mais você ajuda a saúde do seu filho. Imagine se você ainda caprichar na variedade e na qualidade alimentar!

Tudo isso sem custo.

Estabelecer boas rotinas para as refeições da família tem repetidamente mostrado que também melhora o sucesso escolar da criança e a atenção desta, diminui o risco de uso de álcool e drogas e aumenta o bem-estar geral. Rotinas de dormir são também importantes para todas as crianças, e a falta de sono tem sido documentada como causa de vários problemas. Não só os deixa “mal-humorados”, mas também, à medida que envelhecem, pode ter impactos no desempenho escolar, na atenção e no foco e pode até mesmo ser um fator de risco em adolescentes. Todas as crianças precisam ter uma “hora de dormir”, e até mesmo adolescentes precisam saber quando ir para a cama! Assistir menos TV deixa a criança mais disposta à criatividade, a conversas e a desenvolver laços sociais. Tente limitar o tempo de tela, especialmente nos dias de escola, não use a TV como babá e capriche nos programas que seus filhos vão “engolir”.

Vamos lá! Nada vale mais do que o exemplo dos pais!

E não esqueça que a família toda pode participar na preparação do jantar também!

Para saber mais sobre três rotinas que ajudam a prevenir obesidade infantil? Clique aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *