Nutricoaching

O que é atendimento humanizado na saúde?

Atendimento humanizado é aquele que, além da qualidade técnica, leva em conta e valoriza a qualidade do relacionamento com pacientes, profissionais de saúde e todas as pessoas envolvidas nos serviços de saúde.

Nos últimos tempos, avançamos bastante no campo da saúde. Muito desse avanço deve-se à tecnologia. A partir das descobertas de equipamentos, medicamentos e testes, foram descobertos curas e tratamentos eficazes para diversas doenças e condições de saúde, o que contribuiu bastante para a saúde, qualidade de vida e bem-estar das pessoas.

No entanto, ainda que os avanços tecnológicos sejam extremamente importantes, adquiriram uma importância tamanha que diversos outros elementos foram deixados de lado. Com isso, muitas vezes os atendimentos ficam reduzidos a procedimentos técnicos.

Geralmente a relação paciente e profissional de saúde, a comunicação eficaz, o acolhimento e a humanização são vistos como elementos de menor importância em um atendimento, com consequências negativas para a satisfação do paciente e para a eficácia do tratamento.

Dessa forma, proporcionar um atendimento humanizado na saúde é essencial para alcançar bons resultados e por isso, trago aqui 5 dicas para você garanti-lo em seu consultório.

Qual a importância da humanização no atendimento em saúde?

“Humanização” é um termo difícil, pois envolve questões subjetivas e complexas. Pode assumir significados diversos devido a valores e características individuais, por isso um atendimento humanizado para uma pessoa pode não ser para outra.

Ter em mente a humanização no atendimento em saúde é defender uma visão do que significa ser humano e, além disso, encontrar formas de agir sobre essa preocupação. Pensando desse modo, o paciente é visto como uma pessoa que tem uma história única e singular e é recebido com empatia, tem seus valores respeitados e suas necessidades e preferências levadas em consideração ao longo do tratamento.

Enquanto o atendimento humanizado contribui para a satisfação do paciente e melhora a adesão ao tratamento, com ganhos para a saúde, a desumanização pode gerar problemas como:

  • falta de empatia dos profissionais de saúde ao lidar com o sofrimento das pessoas;
  • desrespeito ao paciente;
  • demora para ser atendido;
  • padronização do atendimento (prescrição de medicamentos e dietas de gaveta, sem considerar as singularidades do paciente);
  • tratamento do paciente como um grupo de sintomas e não como um ser humano com necessidades e anseios;
  • ausência de relação de confiança entre pacientes e profissionais de saúde.

Se você já foi atendido por um médico que automaticamente receitou um medicamento sem nem ao menos olhar nos seus olhos, saiba que sentiu na pele a desumanização da saúde.

Muito disso acontece pela formação pautada no modelo biomédico, uma forma de tratar a saúde extremamente centrada nos aspectos biológicos e tecnicistas, ao passo que desconsidera as características sociais, culturais e psicológicas do paciente. 

Ainda que essa seja uma prática hegemônica, ou seja, mais preponderante nos serviços de saúde, esse modelo tem sido bastante questionado e o atendimento humanizado da saúde surge como uma resposta a ele e como uma alternativa para lidar com o paciente, considerando aspectos subjetivos e técnicos em equilíbrio. 

Vamos ver como? 

Como praticar o cuidado humanizado em saúde?

Para ajudar você a trazer o cuidado humanizado para sua prática profissional, separei 5 dicas de atendimento humanizado na saúde. Fica à vontade para ir direto para elas abaixo, mas, para que as dicas façam mais sentido, indico você assistir uma entrevista curta com o Nutricionista Cezar Vicente.

Isso porque trazemos na conversa vários exemplos práticos de atendimento humanizado em nutrição,  mas com princípios que valem para profissionais da saúde como um todo. Confira o vídeo abaixo:  

 

Agora, confira as 5 dicas de atendimento humanizado na saúde a seguir.

1.  Tenha a ética como base do seu atendimento

Ser ético diz respeito a sempre fazer o bem e evitar o mal do paciente, como também proporcionar autonomia para ele. Ou seja, a intenção direta não é fidelizar o paciente, nem prescrever dietas restritivas que tragam resultados rápidos a curto prazo, apesar das consequências negativas a longo prazo. Mas dar ferramentas e as melhores opções para que ele decida o tratamento que deseja seguir e possa cuidar de si ao longo da vida.

Para isso, também é preciso haver cuidado humanizado em saúde, que considera as necessidades individuais de cada pessoa.

2. Acolha seu paciente

O acolhimento é um compromisso do profissional de saúde no atendimento humanizado do paciente. Implica escutá-lo sem julgamentos, considerando suas queixas e anseios. Ao acolher, criamos vínculo e uma relação de confiança com a pessoa que está sendo atendida, proporcionando mais satisfação, saúde e bem-estar. Sem dúvidas, um pilar essencial da humanização no atendimento em saúde.

3. Trate seu paciente com respeito

Respeitar quer dizer tratar com educação, demonstrar preocupação e considerar a pessoa como única e digna.

Essa dica pode parecer óbvia, já que todos nós merecemos respeito. No entanto, a falta de respeito pode estar nas entrelinhas. Quando o atendimento está muito atrasado, ou quando não há equipamentos e estrutura adequada para tratar pessoas com obesidade ou com necessidades especiais, é provável que o paciente se sinta desrespeitado.

Por isso, para criar um exemplo de atendimento humanizado, é importante dar atenção também a essas questões e ao modo como o ambiente está organizado para que todos se sintam acolhidos e sejam atendidos de forma adequada. 

4. Lembre-se que você não é o único detentor de conhecimento

É muito comum os profissionais de saúde se verem e serem vistos como superiores por possuírem mais conhecimento técnico que os pacientes. Essa postura desconsidera e inibe a pessoa que está sendo atendida, que também apresenta seus conhecimentos e crenças. Obviamente, isso não favorece a humanização no atendimento em saúde.

Outra consequência disso é o paciente não se sentir à vontade para questionar o profissional, aceitando tudo o que ele determina, e perdendo sua autonomia, um dos principais objetivos na busca da saúde. 

5. Busque mais conhecimento

Atualizar-se sobre os saberes técnicos da profissão é extremamente importante, mas buscar conhecimentos sobre atendimento humanizado em saúde e uma formação humanística também podem ser de grande valia para quem desejar agir de forma diferente em seus atendimentos. Se você chegou até aqui e leu as 5 dicas de atendimento humanizado acima, provavelmente já tem isso em mente. Mas para continuar nessa jornada, acompanhe a última dica a seguir.

Dica final sobre atendimento humanizado na saúde

Se quer saber mais sobre atendimento humanizado na saúde, tenho uma dica final para você.

Após muitos pedidos de profissionais de saúde que entraram em contato comigo, criei o curso Método Sophie

Ao publicar “O Peso das Dietas”, notei uma necessidade de colegas da área de se atualizarem na ciência da Nutrição em relação ao peso, obesidade e transtornos alimentares, além da área comportamental – algo que ainda é pouco estudado nas faculdades.

O meu objetivo é apresentar uma Nutrição com Ciência e Consciência e fornecer ferramentas para um atendimento mais personalizado e humanizado, com foco na mudança do comportamento e na construção de uma relação mais saudável com a comida. 

A propósito, tive a honra de formar centenas de profissionais de saúde em mais de 20 estados pelo Brasil, entre nutricionistas, médicos e psicólogos. 

Veja o que eles acham da minha metodologia:

 

Se você se identifica com essa linha de trabalho, não deixe de conferir mais informações sobre o curso abaixo:

→ Saiba mais informações sobre o curso!←

E se ainda não for o momento de fazer o curso, fica à vontade também para assistir uma das minhas próximas palestras ou mesmo agendar uma consulta no meu escritório.

Referências

TODRES, Les; GALVIN, Kathleen T.; HOLLOWAY, Immy. The humanization of healthcare: A value framework for qualitative research. International Journal of Qualitative Studies on Health and Well-being, v. 4, n. 2, p. 68-77, 2009.

Se gostou deste artigo sobre atendimento humanizado na saúde, provavelmente vai adorar ler estes posts que separei para você:

  1. Como fidelizar pacientes em nutrição: 8 estratégias éticas
  2. O que é coaching nutricional? Nutricoach? Coach em nutrição?
  3. Curso de nutrição à distância: o que você precisa saber

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Saúde PRO
Método Sophie

O curso presencial está de volta!
Passe 8 dias com a Dra. Sophie Deram e sua equipe de professores e adquira o conhecimento e as ferramentas para ter um atendimento mais humanizado, melhorar a adesão do seu paciente ao tratamento nutricional e conseguir as mudanças que farão a diferença em seu bem-estar e saúde.

Cursos e programas para você

Descubra uma nova abordagem da sua alimentação e mude sua vida com essa metodologia aplicada em 3 cursos especiais.

É colega de profissão?

Descubra uma nova abordagem da nutrição e mude seu atendimento a pacientes.

Artigos Relacionados

Menu