Comportamento Alimentar

O que é reeducação alimentar? Dá para fazer comendo de tudo?

Experimente perguntar para alguém o que é reeducação alimentar. A resposta muito provavelmente virá carregada de conceitos que acabaram ficando associados a esse termo: cortar calorias, deixar de comer o que gosta, comer comida “sem graça”.

E se eu te disser que não é nada disso?

Reeducação alimentar ultimamente tem sido visto como uma dieta, com a demonização de alimentos, a obrigação de trocar tudo pela versão integral, light ou zero gordura.

Na minha concepção, essa visão (nada saudável) desvia do verdadeiro propósito principal, que é a de reorganização alimentar. Sem tortura!

Como estudo o comportamento alimentar, acredito que reeducar tem muito mais a ver com mudança de hábitos do que com uma dieta super restritiva.

Os nutrientes importam? Claro que sim! Mas não adianta bater uma tal meta diária de calorias se não mudar a forma de pensar e a sua relação com a comida.

O que é reeducação alimentar? Fazer as pazes com a comida.

Então, para entender o que é reeducação alimentar, eu te convido a abandonar antigas crenças. Deixar de lado o terrorismo pregado pela cultura das dietas restritivas, que está fazendo as pessoas ficarem cada vez mais angustiadas na hora de montar um prato.

É preciso abandonar a culpa e resgatar o prazer de comer. Vamos comigo?

O que é reeducação alimentar?

Reeducação alimentar é o processo de reavaliar os hábitos e comportamentos diante da comida. Diferente das dietas radicais, que demonizam alimentos ou grupos alimentares (gordura, carboidrato, etc.), a reeducação alimentar é baseada em uma melhora da relação com a comida.

Algumas pessoas nem querem saber  o que é reeducação alimentar, justamente porque acreditam que terão que passar por grandes privações para chegar ao peso desejado. Mas na verdade, a reeducação alimentar, pode ser a melhor estratégia para chegar a um peso saudável.

Porque mudar hábitos é algo que se leva para a vida toda. Já os métodos mais restritivos geram muito sofrimento e são muito difíceis de serem sustentados no longo prazo.

Paciência é palavra-chave!

Quando o assunto é emagrecimento, é normal o desespero por resultados rápidos. Mas é preciso paciência para mudar hábitos, porque eles são construídos por meio da repetição.

Então, se você cresceu acostumado a tomar refrigerante todos os dias na hora do almoço, vai achar muito drástico do dia pra noite ter que substituir por água.

Esse é apenas um exemplo – até o refrigerante pode entrar no dia-a-dia se a pessoa tiver uma boa relação com a comida e saber tomar com moderação. O interessante é diminuir seu consumo.

Lembre-se que para saber o que é reeducação alimentar, você não precisa fazer uma lista do que pode comer e do que não pode.

É justamente o contrário.

É aprender a comer de tudo de forma mais moderada, em paz, com consciência e com prazer! Incluindo cada vez mais alimentos in natura na rotina e diminuindo os ultraprocessados.

E isso tem menos a ver com “foco, força e fé”, e sim, com a repetição de boas práticas para que virem hábitos!

Orientações práticas

Ok, espero que a essa altura você já tenha compreendido o que é reeducação alimentar e possa tentar algumas mudanças!

Vamos a algumas dicas úteis que podem dar suporte a essa nova relação com a comida, em busca de um peso saudável e sem sofrimento!

→ Coma mais comida caseira

Se você conseguir criar aos poucos a rotina de cozinhar, será ótimo! Essa é uma das melhores formas de reeducar a alimentação, porque, cozinhando em casa, você pode fazer preparações mais frescas e leves.

Não estou dizendo que precisa fazer pratos sem sal ou gordura nenhuma! Mas pode brincar com os temperos e ervas para acostumar seu paladar com sabores mais naturais.

Quer algumas dicas?

Curry, páprica, pimenta, louro, manjericão, salsinha, cebolinha, coentro, alho, cebola…dá uma olhada na área de receitas do meu blog e verá que comer bem não tem nada a ver com passar fome!

Ah! E se você não consegue cozinhar, procure optar pelos restaurantes que servem comida fresca! Isso já é um enorme ponto positivo para sua saúde.

→ Diminua o consumo de açúcar

Good news: o nosso paladar é adaptável!

Então, que tal “desmamar” do doce, diminuindo gradativamente o consumo de açúcar? Uma das maneiras de se fazer isso, como disse acima, é diminuindo o consumo de ultraprocessados – que trazem muito açúcar escondido.

Desmamar do doce é desmamar dos adoçantes também!

Outra dica boa é beber mais água e menos bebidas doces. Aos poucos, sem crise!

Se toma refrigerante ou suco todos os dias, tente tomar só de maneira ocasionais, aos eventos sociais ou finais de semana se você sente vontade. E esteja aberto para experimentar as opções mais naturais, como chás e águas saborizadas!

A tendência é aceitar cada vez menos o excesso de açúcar e passar a gostar mais de tomar água. O resultado aparecerá na balança!

Entenda mais sobre isso nesse vídeo que criei:

t;

→ Coma de forma consciente

Procure comer prestando atenção ao corpo, essa é uma das premissas básicas para uma reeducação alimentar efetiva. Respeite o tamanho da sua fome – se comer mastigando devagar e aproveitando o momento, verá que não precisa de quantidades enormes de comida para se satisfazer.

Qualidade importa mais do que o tamanho da porção. Dê variedade para o seu corpo, e procure fazer as refeições principais com certa regularidade.

Isso vai te ajudar a administrar melhor a sua fome e a não perder o controle diante da comida.

Entenda mais sobre o comer consciente nessa entrevista:

t;

Ao tentar implementar essas mudanças na sua vida, pode ser que até influencie as pessoas ao seu redor – olha que coisa boa! De repente o pessoal da sua casa vai se animar com seus novos hábitos, e, dessa forma, todo mundo ganha em saúde!

E se você precisa de uma forcinha a mais para mudar esses hábitos ou quer entender mais sobre essa mudança, aconselho que você faça meu programa online Efeito Sophie.

Criei módulos de aulas online, atividades e materiais com duração de seis semanas que vão te ajudar a repensar a sua relação com a comida.

Como falei, sem estresse e com prazer. Parece difícil de acreditar, mas é possível. Conheça agora o programa online Efeito Sophie!

Bon appétit!

Agora que você já sabe o que é reeducação alimentar (e que ela não deve ser uma assombração), separei esses conteúdos para complementar essa temática:

E você? Quantas vezes já foi assombrado pela “reeducação alimentar”? Vamos mudar isso? Comente abaixo!

19 Comentários. Deixe novo

  • Comecei minha dieta e redução alimentar sexta feira retrasada,1 semana já perdi 4 kilo,cortei doces e frituras e refrigerantes e cerveja,estou mto feliz

    Responder
  • Adorei as dicas .
    O açúcar pra me não é um problema, adoro tomar café e sucos sem açúcar, e não tenho costume de comer muito doces, o meu único problema é o pão com requeijão que é um vício , eu até substituo na semana o pão pela crepioca ou tapioca , mas acabo comendo pão nós meus dias de folga, isso prejudica muito a minha reeducação ?

    Responder
  • muito bom o site gostei muito

    Responder
  • Gabriella Pereira
    2 de outubro de 2019 3:50 pm

    Olá, gostaria de uma sugestão para reeducar alimentar não para emagrecer e sim comer saudavel pois não peso nem 50 kg se eu emagrecer sumo kkkkkk.
    Alguma dica ?

    Responder
    • Nathália Uliana
      3 de outubro de 2019 1:50 pm

      Olá Gabriella, como vai?
      Você conhece o curso Efeito Sophie? Nele você aprende a se alimentar de maneira intuitiva e a melhorar sua relação com a comida. É uma transformação que se baseia no aprendizado e autoconhecimento, com sugestões e dicas para que seja um processo de mudança sustentável.
      Para mais informações, acesse: https://www.sophiederam.com/br/efeito-sophie/ ?
      Um abraço,
      Nathália – Equipe Sophie

      Responder
  • Com fazer pra participar desse grupo?
    Preciso perder perder pesos.

    Responder
    • Olá Delzuite, tudo bem?
      Você conhece o curso Efeito Sophie? Nele você aprende a se alimentar de maneira intuitiva e a melhorar sua relação com a comida. É uma transformação que se baseia no aprendizado e autoconhecimento, com sugestões e dicas para que seja um processo de mudança sustentável. Além de ter acesso ao grupo exclusivo do Facebook Efeito Sophie.
      Para mais informações, acesse: https://www.sophiederam.com/br/efeito-sophie/ ?
      Abraços, querida.
      Nathália – Equipe Sophie

      Responder

Deixe um comentário para Gabriella Pereira Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Para você
Curso online - Efeito Sophie no Comer Emocional

Vontade de comer doces no final do dia?
Conheça os vários tipos de fome e saiba lidar melhor com a fome emocional, aquela que te faz querer comer muitos doces quando chega o final do dia.

Cursos e programas para você

Descubra uma nova abordagem da sua alimentação e mude sua vida com essa metodologia aplicada em 3 cursos especiais.

É colega de profissão?

Descubra uma nova abordagem da nutrição e mude seu atendimento a pacientes.

Artigos Relacionados

Menu