Comportamento Alimentar

Mindful eating: o que é? o que significa? como praticar?

Mindful eating é ter atenção plena ou estar presente no contexto da alimentação. Para praticar o mindful eating você deve:

  • Respeitar sinais de fome e saciedade;
  • Ter horários de rotina;
  • Comer devagar;
  • Servir-se de porções menores;
  • Mastigar por mais tempo;
  • Servir a mesa antes de comer;
  • Respirar bem e relaxar antes de comer;
  • Tomar goles de água para aumentar a percepção;
  • Colocar música ambiente;
  • Degustar os alimentos.

Para entender o que é mindful eating é importante compreender primeiramente o que é mindfulness. Essa palavra pode ser traduzida como “atenção plena” e diz respeito a estar no momento presente.

O mindfulness pode ser aplicado a toda a nossa vida. Todas as nossas atividades diárias, como lavar louça, trabalhar, estudar, divertir-se, praticar um esporte e claro, comer, deveria ser feito com atenção plena.

Mas quanto ao mindful eating, o que é?

Mindful eating é a aplicação do mindfulness no contexto da alimentação e significa comer com atenção plena. Diz respeito a parar e estar no momento presente, sem julgar ou criticar as próprias práticas alimentares, adotando uma atitude de abertura, de descoberta e de curiosidade.

Mas porque nos afastamos do mindful eating? Quais os seus benefícios? Se quer saber mais sobre isso, vem comigo.

Porque nos afastamos do mindful eating?

Para entender melhor o mindful eating, o que é e porque nos afastamos dessa prática, pense em um bebê que está iniciando a introdução alimentar. Uma das técnicas utilizadas nesse período é o BLW, que consiste em oferecer alimentos cortados em pedaços que o bebê possa segurar.

A criança aperta a comida, sente a textura, coloca na boca, solta, volta a experimentar o alimento. Percebemos que ele está totalmente envolvido nessa experiência.

De forma geral, nós adultos perdemos muito essa capacidade de experimentar e aproveitar uma refeição. Estamos sempre comendo e fazendo diversas outras coisas ao mesmo tempo, como trabalhar, olhar o celular e dirigir. E muitas vezes julgando os alimentos como bons e ruins, com uma dose de culpa muito grande.

Em vez disso, deveríamos estar sentados em um ambiente agradável, aproveitando as sensações dos alimentos com todos os sentidos. Primeiro podemos comer com os olhos, depois sentir o cheiro da comida, o sabor, a textura dos alimentos na boca e até o barulho que eles fazem quando são mastigados.

Ou seja, deveríamos ter contato com a comida, usufruindo da nossa habilidade inata, enquanto deixamos a influência de fatores externos de lado, como dietas e regras alimentares difundidas pela mídia.

Mas por quê? Agora que você já sabe o significado de mindful eating e porque nos afastamos dessa prática, vamos conhecer os seus benefícios.

Quais os benefícios do mindful eating?

Diversas pesquisas mostram que a atenção plena pode trazer melhoras para a saúde física, mental e emocional.

Bons resultados são encontrados no tratamento de dores crônicas, câncer, depressão, ansiedade, obesidade e transtornos alimentares.

Veja que os benefícios são inúmeros. E parte deles se dá porque nossa saúde é muito influenciada pelo que sentimos, acreditamos e agimos.

Ou seja, o modo como pensamos influencia como percebemos e nos relacionamos com a realidade e com nós mesmos.

Interessante, não é? A saúde não diz respeito apenas ao físico, mas também à mente. Por isso, o mindful eating pode ser muito benéfico para ajudar em mudanças na alimentação e de estilo de vida em conjunto com outras formas de tratamento.

Em seguida vou apresentar para você 10 passos para colocar o mindful eating em prática, mas antes queria convidar você a assistir o meu vídeo com Paula Teixeira, que é craque no assunto, e conhecer mais sobre os benefícios do mindful eating, o que é e como praticar o comer consciente.

10 passos para praticar o mindful eating

Não é só entender o significado do mindful eating, mas também colocá-lo em prática. E uma das maneiras de praticar a atenção plena é meditar.

Muito se fala que meditar é não pensar em nada, mas na verdade a proposta é que os pensamentos não sejam centrais na mente. Eles vão aparecer e a pessoa vai deixá-los ir embora. As distrações podem estar presentes, mas ficam em segundo plano.

Podemos meditar a qualquer momento, desde que estejamos no momento presente. Por exemplo, é possível meditar enquanto cozinha!

Além disso, trago aqui 10 passos para você ter atenção plena no contexto da alimentação, e, portanto, praticar o mindful eating.

1 – Ouça e respeite os sinais de fome e saciedade

Em vez de se pautar em fatores externos, como recomendações e regras alimentares, volte-se para os seus sinais internos. Perceba quando está com fome e também quando já está satisfeito.

2 – Tenha horários de rotina

É importante ter horários para tudo: trabalhar, estudar, cuidar da casa, lazer, aproveitar a família e, claro, para realizar as refeições! Quando temos uma rotina bem estabelecida nosso dia a dia fica mais organizado e torna-se mais fácil estar no momento presente, como também lidar com os imprevistos.

3 – Coma devagar

Para que pressa? Use o momento que você delimitou para se dedicar à sua alimentação e concentre-se na refeição.

4 – Sirva-se de porções menores

Ao colocar uma quantidade menor de comida no prato pode ser mais fácil comer devagar como também identificar quando se atingiu a saciedade. Se continuar com fome, sirva-se novamente, sempre respeitando as mensagens que o corpo envia e evitando excessos.

5 – Mastigue os alimentos por mais tempo

Além de contribuir para aproveitar melhor a refeição, com mais prazer, também pode ajudar a perceber os sinais de saciedade e evitar comer mais do que deveria.

6 – Arrume a mesa antes de comer

Do mesmo modo que arrumamos o ambiente para uma prática de meditação, arrumar a mesa antes de comer deixará o ambiente adequado e mais agradável para praticar o mindful eating e ter uma refeição mais prazerosa.

7 – Respire bem e relaxe antes de comer

Assim você se concentra e se prepara para o momento da refeição.

8 – Tome goles de água para aumentar a sua percepção

Isso permite uma pausa entre as garfadas, percebendo a saciedade e as emoções que você está sentindo.

9 – Coloque uma música ambiente com um ritmo mais lento

Isso pode tornar o espaço mais agradável e ajudar você a desacelerar e a comer no mesmo ritmo da música: lentamente.

10 – Deguste os alimentos como se estivesse descobrindo-os pela primeira vez

Preste atenção a todos os seus sentidos e aproveite as sensações prazerosas do ato de comer.

Quer saber mais sobre mindful eating?

Se ainda está curioso sobre o mindful eating: o que é, os benefícios e como praticá-lo, minha última dica é você dar uma olhada no meu curso online Efeito Sophie!

Nele, eu não vou falar sobre as últimas dietas da moda, alimentos milagrosos e fórmulas mágicas de emagrecimento – até porque não acredito em nada disso.

Ao invés, eu vou te ajudar a identificar o seu comportamento e relacionamento diante da comida.

A minha missão é te ajudar a fazer as pazes com a comida e corpo, e você possa encarar a alimentação como algo prazeroso, sem estresses e muito menos culpa.

Com algumas dicas práticas, sempre focando na sua saúde e no seu bem-estar, você poderá alcançar o SEU peso saudável, de forma gradual e duradoura. O peso é consequência da sua saúde.

→ Se inscreva e comece hoje mesmo o curso online Efeito Sophie! ← 

Vamos juntos nessa?

Se ainda não for o melhor momento de fazer o curso, fica à vontade também para ler o livro O Peso das Dietas, assistir uma das minhas próximas palestras ou mesmo agendar uma consulta se precisa de um acompanhamento mais personalizado

Bon appétit!

Referência

ALVARENGA, Marle et al. Nutrição Comportamental. 2.ed. Barueri – SP: Manole, 2019.

Se gostou deste artigo sobre mindful eating: o que é, provavelmente vai adorar ler estes posts que separei para você:

  1. Na busca por alimentos que diminuem a ansiedade? Saiba como a alimentação pode ajudar a lidar melhor com ela
  2. O que é ter uma mente magra? Você realmente precisa dela?
  3. Alimentação consciente e intuitiva é chave para vida mais leve

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Para você
Curso online - Efeito Sophie no Comer Emocional

Vontade de comer doces no final do dia?
Conheça os vários tipos de fome e saiba lidar melhor com a fome emocional, aquela que te faz querer comer muitos doces quando chega o final do dia.

Cursos e programas para você

Descubra uma nova abordagem da sua alimentação e mude sua vida com essa metodologia aplicada em 3 cursos especiais.

É colega de profissão?

Descubra uma nova abordagem da nutrição e mude seu atendimento a pacientes.

Artigos Relacionados

Menu