Comer bem, crescer forte e saudável é o desejo que todo pai e mãe tem para seus filhos. E essa é uma preocupação recorrente quando os primeiros 12 meses de vida se encerram: como implementar uma alimentação saudável para o bebê de 1 ano?

Com toda certeza, essa é uma questão relevante e fundamental para que a criança desenvolva, desde cedo, uma boa relação com os alimentos. Essa noção será levada para a vida adulta, assim como um paladar diversificado e uma curiosidade para novos sabores!

A partir do primeiro aninho de vida, a criança já começa a entender melhor o porquê das coisas: por que comer? Que horas comer? Por que isso pode comer, e aquilo não? Tudo isso começa a se formatar melhor na cabecinha dela.

Então, se você quer se informar melhor sobre alimentação saudável para bebê de 1 ano, é importante saber que não devemos focar só nos nutrientes. Claro que eles são importantes, mas também precisamos falar sobre o contexto em que seu filho está inserido.


Estudos mostram que o comportamento e, principalmente, o meio ambiente em que as refeições ocorrem, são fatores extremamente importantes para o bom desenvolvimento das crianças. Sendo assim, pretendo explorar neste artigo os principais pontos de atenção nessa fase da vida.

Alimentação saudável para bebê de 1 ano: por onde começar

Bom, a primeira dica que eu daria para as mães é que, se for possível, continue amamentando! Essa é uma recomendação dos principais órgãos de saúde, não só no Brasil, mas no mundo todo, justamente porque o leite materno é super completo do ponto de vista nutricional.

Mas atenção, mamães: também não precisa se desesperar se não tiver mais leite ou se culpar se não quer mais amamentar. É completamente viável estabelecer uma alimentação saudável para o bebê a partir de 1 ano já com a introdução dos alimentos sólidos, de acordo com a rotina da família.

E esse é um ponto bastante importante. Todo mundo sabe que as crianças são reflexo dos pais. Por isso, se a alimentação de qualidade for uma prioridade para toda a família, fica muito mais fácil para os pequenos se adaptarem à uma rotina saudável.

Para facilitar, vou tentar responder as principais dúvidas relacionadas à alimentação saudável para bebê de 1 ano. Vamos lá?

Quais alimentos dar para bebê de 1 ano?

Muitos pais têm dúvidas sobre alimentos que podem ou não ser oferecidos aos filhos. Nessa idade de 1 ano, a criança já pode ser integrada nas refeições da família.

Todos os grupos alimentares devem estar presentes: carnes (de qualquer tipo), além de ovos, legumes, verduras, grãos e frutas (veja as melhores frutas para iniciar a alimentação do bebê)

Mas aqui, faço uma ressalva.

Apesar de eu ser completamente contra radicalismos, como dar para perceber neste texto do meu blog na uol, a ciência nos mostra que os alimentos in natura trazem muito mais benefícios para a saúde do que os alimentos industrializados.

Dar preferência aos in natura na rotina, é uma das formas de manter as crianças saudáveis, conforme apresentei no Seminário de Obesidade Infantil em Brasília, na Câmara dos Deputados, já em 2013.



E isso não é uma recomendação somente para as crianças, mas para os adultos também.

Isso porque, grande parte dos ultraprocessados são ricos em gordura, sódio e contém excesso de açúcar, além de corantes e outras substâncias químicas. Então, para implementar uma alimentação saudável para um bebê de 1 ano, a maioria dos especialistas não recomenda oferecer salgadinhos, bolachas recheadas, nuggets, comida congelada pronta, macarrão ou sopa instantâneos, molhos para salada, achocolatados e afins.

E essa orientação também vale para os líquidos! Refrigerantes e sucos devem ser exceção, não regra.

Uma outra dica importante aqui: de acordo com o Manual de Alimentação da Sociedade Brasileira de Pediatria é tentar não permitir que a criança fique dependente de um único alimento.

Um exemplo é a boa e velha mamadeira, com leite adoçado, suco ou refrigerante. Isso pode impedir uma alimentação saudável para o bebê de um ano, porque pode gerar um desequilíbrio nutricional.

O café também não é recomendado até os dois aninhos, assim como bebidas ricas em cafeína (chá preto, guaraná, etc.), pois podem deixar a criança muito agitada.

Sal e açúcar. Pode na alimentação de bebê de 1 ano?

Já que a partir de um ano a criança já pode comer as preparações feitas para os adultos, o sal e o açúcar também podem entrar, mas sempre de maneira moderada.

E, de novo, isso vale para todo mundo!

Para manter uma alimentação saudável para o bebê de um ano e para toda a família, seria interessante acostumar o paladar com os sabores mais naturais. Frutas, por exemplo, não precisam ser adoçadas.

Já os alimentos salgados podem receber outros tipos de tempero – sal não é único tempero existente na cozinha, é apenas mais um.

Procure dar sabor com opções naturais, como salsinha, cebolinha, manjericão, tomilho, alecrim, sálvia, orégano, alho, cebola, gengibre, curry, cominho, cravo, etc.

Como oferecer a comida a um bebê de 1 ano?

Nessa etapa, a criança já pode ser estimulada a manusear os alimentos ou recebê-los com auxílio de uma colher. Os pais devem ficar atentos aos tamanhos das porções, que devem respeitar a capacidade de mastigar e engolir.

Sei que muitos pais e mães ficam preocupados com quantidade nessa fase da vida, querem que o filho “raspe” o prato e têm muito medo deles ficarem com fome.

Mas é importante respeitar o ritmo da criança e sua noção de saciedade. Os bebês já nascem com essa habilidade de parar de comer quando se sentem plenamente alimentados.

Então, cabe aos pais oferecer comida de qualidade, respeitando uma certa rotina de horários, e deixar que o pequeno coma até se sentir satisfeito.

Preocupe-se também com o ambiente – isso também faz parte de uma alimentação saudável para o bebê de um ano. Procure propiciar momentos tranquilos, sem muita cobrança ou muito estresse, sem muitos estímulos (celular, tablet, televisão…).

Quanto mais calma e agradável for a atmosfera no momento das refeições, mais o seu filho vai associar o ato de comer a algo feliz!

Lembrando que esse pode ser um bom exercício para estimular todo mundo em casa a comer melhor, com qualidade e em paz.

Bon appétit!

Aprenda mais sobre Alimentação Infantil

Aproveitando que estamos falando sobre alimentação infantil, deixo aqui também a indicação do programa online Efeito Sophie na Alimentação Infantil, criado pela Sophie Deram, nutricionista e autora aqui do blog, em parceria com a nutricionista Janaina Kühn.

A Sophie também é mãe de quatro filhos quis criar esse programa com o intuito de ajudar milhares de mães e pais de família que buscam uma alimentação equilibrada e fácil de levar no dia a dia.

São quatro módulos online, que você pode assistir quando estiver indo para o trabalho ou na academia, e que vão te ajudar a repensar a alimentação como uma parceira na sua vida e não uma vilã que só te estressa.

Quer saber mais sobre o programa? Clique aqui e saiba mais sobre o programa online Efeito Sophie na Alimentação Infantil.

Se você gostou dessa leitura, provavelmente vai gostar destas aqui que separei para você:

7 thoughts on “O que seria uma alimentação saudável para um bebê de 1 ano?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *